Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://localhost:8080/handle/123456789/505
Título: Ácido giberélico na germinação de sementes, vigor de plântulas e crescimento inicial de maracujazeiro.
Autor(es): Santos, Carlos Alan Couto dos
Resumo: This study aimed to evaluate the mode of action of gibberellin (4% gibberellic acid - GA3) on seed germination, seedling vigor and early growth of yellow passion fruit. For the standard germination test, seeds of passion fruit were pre-soaked for six hours in gibberellin in the following concentrations: 0,5; 1,0; 2,0 and 4,0 mL of product per liter of solution and water served as control, containing 20,0; 40,0; 80,0; 160,0 and 0,0 mg GA3 L-1 solution, respectively. It was evaluated on germination paper, the percentage of germination of normal seedlings in the first count, abnormal seedlings, dead seeds, firm seeds, root, stem and number of seedlings and sand, the index of germination speed (IVE). To evaluate the action of the product, by foliar sprays, the initial growth, the plant growth regulator was tested in two groups of plants: on seeds pre-soaked for six hours (solutions containing 20,0; 40,0; 80,0; 160,0 and 0,0 mg GA3 L-1 solution) and in plants grown from seeds without pre-soaking. Initially, seeds were sown in polyethylene bags with a capacity of 2 kg of washed sand. At 40 DAS the plant growth regulator was sprayed on the plants used for seven consecutive days and at 70 DAS was recorded: length of root, stem and total leaf number, dry mass of roots, leaves, shoots and total plants. At all stages, a completely randomized design with five treatments and four replications. It is concluded that gibberellic acid has positive effects on seed germination, seedling vigor and early growth of yellow passion fruit.
Abstract: Este trabalho teve como objetivo avaliar a ação da giberelina líquida (4% de ácido giberélico - GA3), na germinação de sementes, vigor de plântulas e crescimento inicial de maracujazeiro amarelo. Para o Teste Padrão de Germinação, sementes de maracujazeiro amarelo foram pré-embebidas, por seis horas, em giberelina nas seguintes concentrações: 0,5; 1,0; 2,0 e 4,0 mL do produto por litro de solução e água destilada como controle, contendo 20,0; 40,0; 80,0; 160,0 e 0,0 mg GA3 L-1 de solução, respectivamente. Avaliou-se, em papel de germinação, a percentagem de germinação, plântulas normais na primeira contagem, plântulas anormais, sementes mortas, sementes firmes, comprimento de raiz, de caule e total de plântulas e em areia, o índice de velocidade de emergência (IVE). Para avaliar à ação do produto, via pulverização foliar, no crescimento inicial, o regulador vegetal foi testado em dois grupos de plantas: nas oriundas de sementes pré-embebidas por seis horas (soluções contendo 20,0; 40,0; 80,0; 160,0 e 0,0 mg GA3 L-1 de solução) e em plantas oriundas de sementes sem pré-embebição. Inicialmente, sementes foram semeadas em sacos de polietileno com capacidade de 2 kg, contendo areia lavada. Aos 40 DAS o regulador vegetal foi aplicado pulverizado nas plantas, durante sete dias consecutivos e aos 70 DAS registrou-se: comprimento da raiz, de caule e total, o número de folhas, a massa seca da raiz, folhas, parte aérea e total das plantas. Em todas as etapas, o delineamento experimental foi inteiramente casualizado com cinco tratamentos e quatro repetições. Conclui-se que o ácido giberélico exerce efeitos positivos sobre a germinação de sementes, vigor de plântulas e crescimento inicial do maracujazeiro amarelo.
Palavras-chave: Maracujá
Maracujazeiro amarelo
Maracujazeiro - germinação
Maracujá – crescimento
Maracujá – germinação
URI: http://hdl.handle.net/123456789/505
Data do documento: 3-Set-2013
Aparece nas coleções:CCAAB - Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Carlos Alan Couto dos Santos2009.pdf747,88 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.