Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/handle/123456789/528
Title: Monitoramento de íons na solução e no extrato de saturação do solo sob aplicação de diferentes concentrações de sais fertilizantes na água de irrigação em bananeira da terra.
Authors: Andrade Neto, Torquato Martins de
Abstract: A Fertirrigação possibilita total controle da quantidade de fertilizantes que devem ser aplicados ao solo em função da demanda das culturas. Essa aplicação de sais solúveis ao solo requer o monitoramento de íons para otimização dessa tecnologia. O conhecimento da composição química da solução do solo, bem como da condutividade elétrica é importante para um manejo sustentável da fertirrigação. Nesse aspecto, o monitoramento de nitrato (NO3 -) e potássio (K+) tem enorme importância, pois são dois dos nutrientes vitais ao desenvolvimento da maioria das culturas. A condutividade elétrica do solo pode ser utilizada para quantificar a quantidade de sais presente no solo. O objetivo geral deste trabalho foi avaliar a concentração dos íons na solução do solo e no extrato saturação sob aplicação de diferentes concentrações de sais fertilizantes na água de irrigação em bananeira cv Terra. Foi instalado um experimento no delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 6 x 2, seis concentrações de fertilizantes (1,0; 2,5 e 4,0 g.L-1 de uréia e 13,0; 10,0 e 3,0 g L-1 de nitrato de cálcio) e dois sistemas de irrigação localizada (microaspersão e gotejamento), totalizando 12 tratamentos. A parcela experimental foi representada por 20 plantas de bananeira ‘Terra’, totalizando 240 plantas em fileiras simples de 3,00m x 2,50m, com área total do experimento de 0,10 ha. As médias dos tratamentos foram comparadas pelo teste t em nível de 5% de probabilidade. Foram monitorados: a condutividade elétrica da solução do solo e do extrato de saturação, teor de nitrato e potássio na solução do solo ao longo do tempo. Houve uma tendência linear de elevação da condutividade elétrica do extrato de saturação e da solução do solo com o aumento da concentração da uréia e do nitrato de cálcio na água de irrigação. O uso das concentrações da água de irrigação de 4,0 g.L-1 e de 13,0 g.L-1 resultantes da solução de injeção de uréia e de nitrato de cálcio, respectivamente resultaram em CEs e CEes superiores a 1,1 dS m-1, em pelo menos 33% do ciclo da cultura para os sistemas de gotejamento e de microaspersão na bananeira terra. À medida que se aumentou a concentração das fontes aplicadas via água de irrigação, aumentou significativamente o teor de Nitrato na solução do solo, com máximos para as concentrações de 4,0 e 13,0 g L-1, respectivamente de uréia e nitrato de cálcio. As concentrações aplicadas com uso da uréia (ate 4,0 g L-1) e com nitrato de cálcio em concentrações até 10,0 g L-1 não apresentaram tendência de lixiviação de NO3 - entre 0,20 m e 0,40 m de profundidade do solo. É viável estimar a concentração de potássio na solução do solo, a partir de dados de umidade e CEa, com uso da equação resultante da combinação do modelo linear de Vogeler et al., (1996) com o modelo potencial, com o uso da equação potencial com o íon potássio em função da condutividade elétrica da solução do solo (CEw). Os valores de K estimados aproximaram-se dos medidos ao longo do ciclo da cultura com desvio normalizado médio de 10,0%, desvio máximo e mínimo de 5,0% e 13,0% respectivamente.
Keywords: Bananeira
Bananeira da terra
Fertirrigação
Fertirrigação – bananeira da terra
URI: http://hdl.handle.net/123456789/528
Issue Date: 6-Sep-2013
Appears in Collections:CCAAB - Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Torquato_Martins_de_Andrade_Neto2009.pdf1,15 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.