Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/handle/123456789/584
Title: Perfil metabólico, qualidade e congelabilidade seminal de reprodutores caprinos suplementados com semente de linhaça (Linum usitatissimum) na dieta.
Authors: Souza, Rosiléia Silva
Abstract: O estudo teve como objetivo avaliar o efeito e o melhor nível de inclusão de semente de linhaça (Linum usitatissimum) na dieta de reprodutores caprinos, por meio do perfil metabólico, da qualidade física e morfológica do sêmen fresco e da congelabilidade seminal. Foram utilizados 16 machos da raça Saanen, distribuídos em quatro grupos experimentais, recebendo os seguintes níveis de semente de linhaça na dieta total: 0%, 4%, 8% e 12%, por um período de 70 dias. Os animais foram submetidos a coletas quinzenais de sangue, a partir, do início até o final do período experimental para determinação do perfil metabólico. As coletas seminais iniciaram 25 dias após o início do fornecimento das dietas e foram realizadas pela técnica de vagina artificial, utilizando-se uma fêmea como manequim, duas vezes por semana. Após as coletas, procedeu-se a avaliação física e morfológica seminal. As partidas consideradas aptas, segundo o Colégio Brasileiro de Reprodução Animal – CBRA (HENRY e NEVES, 1998), foram criopreservadas utilizando-se o meio citrato-gema. As partidas foram avaliadas pós-descongelamento quanto aos aspectos físicos e submetidas a testes complementares. Foi utilizado o Delineamento Inteiramente ao Acaso com 4 repetições por tratamento. Os dados foram submetidos à ANOVA e avaliados por Análise de Regressão, adotando um nível de 5% de significância. Não foi encontrada diferença significativa para colesterol total, LDL e uréia (P>0,05). Houve comportamento linear decrescente para concentração plasmática de glicose (P<0,05). Verificou-se comportamento cúbico para concentração plasmática triglicerídeos, HDL e VLDL apresentando um nível máximo de 8,96; 9,50 e 8,95% de semente de linhaça na dieta, respectivamente (P<0,05). Não foi encontrada diferença (P>0,05) para o aspecto seminal e turbilhonamento espermático. Observou-se comportamento quadrático positivo para as variáveis: volume do ejaculado, vigor espermático e concentração espermática (P<0,05). Houve comportamento cúbico para motilidade espermática progressiva apresentando um nível máximo ótimo de 9,92% de semente de linhaça (P<0,05). Observou-se comportamento quadrático negativo para defeitos maiores, menores e defeitos totais (P<0,05). Não foi encontrada diferença (P>0,05) para motilidade progressiva pós-descongelamento e aos cinco minutos no teste de termoresistência (TTR), vigor espermático pós-descongelamento, aos cinco e 60 minutos no TTR e perda de vigor (P>0,05). Houve comportamento quadrático positivo para motilidade progressiva no TTR aos 60, 120 e 180 minutos pósdescongelação, vigor espermático aos 120 e 180 minutos pós-descongelação (P<0,05). Observou-se comportamento quadrático negativo para perda de motilidade e teste hiposmótico (P<0,05). Houve comportamento cúbico para o teste de integridade acrossomal apresentando um nível máximo ótimo de 3,25% de semente de linhaça na dieta (P<0,05). A adição de até 12% de semente de linhaça na dieta de reprodutores caprinos foi eficiente em melhorar a produção, qualidade e congelabilidade seminal. No entanto, a adição de até 4% de semente de linhaça na dieta de machos caprinos pode ser utilizada, sem prejudicar a sanidade dos animais.
The study aimed to evaluate the effect and the best level of inclusion of flaxseed (Linum usitatissimum) in the diet of reproductive goats, through the metabolic profile, physical and morphological quality of fresh semen and seminal freezability. 16 males Saanen were used distributed into four experimental groups received the following levels of flaxseed in diet: 0%, 4%, 8% and 12%, for a period of 70 days. The animals were submitted to fortnightly collections of blood from beginning to end of the experiment to determine the metabolic profile. The seminal collections started 25 days after the beginning of the diets, were carried out by the technique of artificial vagina, using a female mannequin, twice a week. After collecting, it was proceeded the physical and morphological seminal evaluation. The lots considered suitable, according to the Brazilian College of Animal Reproduction - CBRA (HENRY and NEVES, 1998), were cryopreserved using the citrate-yolk medium. The lots were evaluated after thawing for physical aspects and subjected to additional tests. It was used a completely randomized design with four replicates per treatment. The data were analyzed by ANOVA and evaluated by regression analysis, adopting a 5% level of significance. No significant difference was found for total cholesterol, LDL and urea (P>0.05). There was a linear decrease behavior in plasma glucose concentration (P<0.05). It was observed cubic behavior for concentration of plasma riglycerides, HDL and VLDL presenting a maximum level of 8.96, 9.50 and 8.95% of flaxseed in the diet, respectively (P<0.05). There was no difference (P>0.05) for the seminal aspect and sperm turbulence. It was observed positive quadratic behavior for variables: ejaculate volume, sperm concentration and sperm vigor (P<0.05). It was observed cubic behavior for progressive sperm motility presenting a maximum optimal of 9.92% of flaxseed (P<0.05). It was observed quadratic negative behavior for major defects, minor defects and total (P<0.05). There was no difference (P>0.05) for post-thaw progressive motility and five minutes in thermotolerance test (TTR), post-thaw sperm vigor, at five and 60 minutes in the TTR and loss of vigor (P>0.05). There was quadratic positive behavior for motility in TTR at 60, 120 and 180 minutes post-thaw sperm vigor at 120 and 180 minutes post-thaw (P<0.05). It was observed negative quadratic behavior for loss of motility and hyposmotic test (P<0.05). There was cubic behavior for acrosomal integrity test presenting an optimum maximum level of 3.25% of flaxseed in the diet (P<0.05). The addition of up to 12% of flaxseed in the diet of reproductive goats was effective in improving production, quality and freezing semen. However, the addition of up to 4% of flaxseed in the diet of male goat can be utilized without impairing the health of the animals.
Keywords: Caprinos
Reprodução animal
Reprodução animal – ácido alfa-linolênico
URI: http://hdl.handle.net/123456789/584
Issue Date: 12-Sep-2013
Appears in Collections:CCAAB - Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ROSILÉIA SILVA SOUZA.pdf1,24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.