Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/handle/123456789/682
Title: Seleção de descritores morfoagronômicos em bananeira por meio de procedimentos uni e multivariados.
Authors: Brandão, Lívia Pinto
Abstract: Este trabalho teve como objetivo quantificar a diversidade genética entre acessos de bananeira mantidos pela Embrapa Mandioca e Fruticultura, utilizando uma lista de descritores morfoagronômicos; assim como propor um número mínimo capaz de quantificar a diversidade entre acessos. A caracterização fenotípica foi realizada em 77 acessos, sendo avaliados 92 descritores. A seleção dos descritores foi realizada pela análise de componentes principais (quantitativos) e por meio do nível de entropia (qualitativos). A eficiência do descarte foi analisada por meio do estudo comparativo entre os agrupamentos formados levando-se em consideração todos os 92 descritores e somente os descritores selecionados. Os descritores selecionados foram analisados conjuntamente usando o procedimento Ward-MLM. Foi utilizado o método de agrupamento de Ward, considerando a matriz conjunta obtida a partir do algoritmo de Gower. Considerando a seleção realizada para os descritores quantitativos e qualitativos, foi possível reduzir em 50% o número de descritores utilizados para a caracterização de germoplasma de bananeira. A correlação obtida entre as matrizes considerando os 92 descritores e os selecionados foi de 0,82, demonstrando que a redução no número de descritores não influenciou na estimativa da variabilidade genética entre os acessos de bananeira. Considerando a análise da diversidade fenotípica realizada pelo método Ward-MLM foi possível identificar que dentro de um mesmo grupo existe certa similaridade entre os acessos. Contudo, entre os grupos, pode-se inferir sobre a presença de variabilidade para os descritores mínimos utilizados, indicando que estes genótipos podem ser utilizados como parentais em programas de melhoramento genético.
The objective of the present work was to quantify the genetic diversity between banana accessions at Embrapa Mandioca e Fruticultura using a list of morphoagronomic descriptors, as well as to provide a minimal number of descriptors capable of quantifying the diversity between accessions. The phenotypic characterization was carried out for 77 accessions evaluated with 92 descriptors. The selection of the descriptors (quantitative) was carried out by principal components analysis and by entropy (qualitative). The efficiency of elimination was analyzed by a comparative study between the clusters formed taking into consideration all the 92 descriptors and only the selected ones. The selected descriptors were analyzed in combined fashion by the Ward-MLM procedure. The Ward method was used and the combined matrix formed by the Gower algorithm. In regard to the selection carried out for the quantitative and qualitative descriptors it was possible to reduce in the number of descriptors used for characterizing the banana germplasm in 50%. The correlation between the matrices considering the 92 descriptors and the selected ones was 0.82 showing that the reduction in the number of descriptors did not influence the estimation of the genetic variability between the banana accessions. The genetic diversity analysis by the Ward-MLM method demonstrated certain similarity between the accessions within the same group. However, between groups, it is possible to suggest the presence of variability for the minimal descriptors used, indicating that these genotypes can be used as parents in genetic breeding programs.
Keywords: Banana
Banana - germoplasma
Banana – melhoramento genético
Banana - descritores morfoagronômicos
URI: http://hdl.handle.net/123456789/682
Issue Date: 22-Sep-2013
Appears in Collections:CCAAB - Programa de Pós-Graduação em Recursos Genéticos Vegetais (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Livia Pinto Brandão.pdf712,88 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.