Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/handle/123456789/712
Title: Identificação de características agronômicas e fisiológicas relacionadas com a tolerância à seca em mandioca.
Authors: Fiuza, Danila Silva da
Abstract: Com o objetivo de estudar o efeito do déficit hídrico em variedades contrastantes de mandioca e identificar genótipos com potencial para tolerância à seca, foram conduzidos dois experimentos na Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, em Cruz das Almas – BA. No primeiro experimento, foram estudadas 28 variedades de mandioca selecionadas como contrastantes para tolerância à seca por meio das seguintes características: Altura de planta, área foliar, comprimento do caule sem folha, retenção foliar, produtividade, condutância estomática e temperatura foliar. Em todas as épocas, foi observada redução nos parâmetros avaliados em resposta a baixos valores de potencial hídrico do solo. A menor sensibilidade ao déficit hídrico foi observada nos genótipos Engana Ladrão, Fio de Ouro e Pretinha V. No segundo experimento foram utilizados quatro variedades contrastantes de mandioca: Engana Ladrão, Tai 8, Pretinha V e COL 1468. Utilizou-se o delineamento experimental inteiramente casualisado com cinco repetições. Os tratamentos foram dois: T1 - controle; T2 - deficiência hídrica. As avaliações realizadas foram: Umidade do solo, altura de planta, área foliar total, número de folhas, crescimento da folha, condutância estomática, transpiração, temperatura da folha, conteúdo relativo de água na folha, conteúdo osmótico, massa da matéria seca e taxa de crescimento relativo. As variedades Engana Ladrão e TAI 8 demonstraram maior eficiência nos mecanismos de tolerância em relação às variedades Pretinha V e COL 1468. Os parâmetros utilizados foram capazes de identificar as variedades de mandioca tolerantes ao déficit hídrico.
Aiming to study the effect of drought on contrasting varieties of cassava and identify sources of drought tolerance, two experiments were conducted at Embrapa Cassava and Tropical Fruits, in Cruz das Almas, Bahia, Brazil. The first study evaluated 28 varieties, selected as contrasting for drought tolerance. The following traits were evaluated: plant height, leaf area, length of the stem without leaves, leaf retention, productivity, stomatal conductance and leaf temperature. At all times, the evaluated traits were decreased in response to low values of soil water potential. The lower sensitivity of water deficit was observed in genotypes ‘Engana Ladrão’, ‘Fio de Ouro’ e ‘Pretinha V’. In another experiment four contrasting cassava varieties were used: Engana Ladrão, Tai 8, Pretinha V e COL 1468. A complete randomized design were used, with five replications. The two treatments were: T1 - control, T2 - water deficit. The evaluations were: Soil moisture, plant height, leaf area, leaf number, leaf growth, stomatal conductance, transpiration, leaf temperature, leaf relative water content, osmotic content, dry matter and relative growth rate. The varieties ’Engana Ladrão’ and ‘Tai 8’ had greater efficiency in the mechanism for drought tolerance than ‘Pretinha V’ and ‘COL 1468’. The traits used were able to identify the cassava varieties tolerant to drought. Key-
Keywords: Mandioca
Mandioca – Estresse hídrico
Mandioca – Tolerância à seca
URI: http://hdl.handle.net/123456789/712
Issue Date: 23-Sep-2013
Appears in Collections:CCAAB - Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IDENTIFICAÇÃO DE CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS E.pdf386,63 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.