Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/handle/123456789/778
Title: Nos trilhos do trem baiano: da instalação a extinção do transporte ferroviário de passageiros e seus impactos no modo de vida no norte de Minas Gerais.
Authors: Almeida, Maria Natividade Maia de
Abstract: O Estado brasileiro na década de 1990, atendendo as diretrizes do Consenso de Washington,desenvolveu o Plano Nacional de Desestatização, com o qual procurava adaptar o Estado ao modelo neoliberal, adequando-se ao estado mínimo. Assim em 1996 ocorreu a privatização do transporte ferroviário de cargas no Brasil e indicou a extinção do transporte ferroviário de passageiros. O objetivo deste trabalho foi compreender os impactos no modo de vida da população estabelecida às margens da ferrovia entre os municípios de Montes Claros e Monte Azul, no norte de Minas Gerais, tendo como foco as comunidades de Orion, Quem-Quem e Tocandira, a partir da instalação, privatização do transporte ferroviário de cargas e da extinção do transporte ferroviário de passageiros. Utilizou-se a metodologia qualitativa, desenvolvendo um estudo exploratório, descritivo e analítico. As ferramentas de coleta de dados utilizadas foram Snowball, entrevista em profundidade a 15 moradores das três comunidades, estudo da documentação legal referente à privatização, leilão e concessão da exploração do serviço de transporte ferroviário. Para análise dos resultados utilizou-se a técnica de análise de conteúdo de Bardin. Os resultados alcançados permitem afirmar que a instalação da ferrovia a partir de 1940, na região, foi fator de estímulo ao desenvolvimento, povoamento e surgimento de cidades e pequenas localidades, consolidando um novo modo de vida. A privatização e desativação do transporte de cargas e de passageiros em 1996 causaram impactos neste modo de vida. Muitos perderam a atividade laboral, famílias se mudaram das localidades que ficaram sem qualquer tipo de transporte. O governo não preparou e nem teve uma relação de atenção a estas comunidades atingidas por sua ação, condizendo com a perspectiva neoliberal. Os programas de renda mínima e outras políticas públicas possibilitaram a sobrevivência e melhoria de vida de uma parcela da população brasileira em todo o país. Ocorreu ampliação do mercado de trabalho em áreas como lavoura e construção civil. A estruturação da malha rodoviária na região permite afirmar que o transporte ferroviário, permanecendo sua oferta nos moldes em que foi interrompido, dificilmente atenderia as exigências de rapidez em que se insere esta outra modalidade.
The Brazilian State in the 1990s, meeting the guidelines of the Washington Consensus, developed the National Plan of privatization, with which sought to adapt the state to the neoliberal model, adapting to the minimal state, thus in 1996 occur the privatization of railroad transportation of freight in Brazil and was indicated the extinction of thepassenger railroad transportation. The aim of this study was to understand the impacts on the way of live of the population established on the banks of the railroad between the municipalities of Montes Claros and Monte Azul in northern Minas Gerais, focusing on the communities of Orion, Quem-Quem and Tocandira from the installation, privatization of railroad transportation of freight and the extinction of passenger railroad transportation. It was used the qualitative methodology, developing an exploratory, descriptive and analytical study. The data collection tools used were Snowball, in-depth interview to 15 residents of the three communities, the study of legal documentation relating to the privatization, auction and concession to explore the service of railroad transportation. For result analysis it was used the technique of content analysis of Bardin. The results obtained allow us to affirm that the installation of the railroad from 1940 in the region was factor stimulating the development, settlement and emergence of cities and small towns consolidating a new way of life. Privatization and disabling of the transport of freight and passengers in 1996 caused impact in this way of life, many lost their labor activity, families moved from locations that were without any means of transportation, the government has not prepared nor had a relationship of attention to these communities affected by its action matching the neoliberal perspective. The minimum income programs and other public policies made possible the survival and improvement of life of a portion of the population throughout the country. It occurred expanding of the labor market in areas such as agriculture and civil construction. The structuration of the road network in the region allows us to affirm that railroad transportation remaining its offer in the way it was stopped, hardly would attend the requirements of speed in which insert this other modality.
Keywords: Ferrovias - Minas Gerais - História
Ferrovias - Minas Gerais - Privatização
Neoliberalismo - Brasil - Minas Gerais
Privatização - Minas Gerais - Aspectos Sociais
URI: http://hdl.handle.net/123456789/778
Issue Date: 1-Dec-2013
Appears in Collections:CAHL - Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertao_Maria_Natividade_Maia_e_Almeida Copy.pdf4,41 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.