Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://localhost:8080/handle/123456789/883
Título: Amadurecimento, climatização e armazenamento refrigerado de frutos de Bananeiras 'BRS Platina' e 'Prata-Anã'
Título(s) alternativo(s): Ripening, conditioning and cold storage of ‘brs platin’ and ‘prata-an’ banana fruit
Autor(es): Souza, Elaine Goes
Abstract: A variedade Prata-Anã é muito apreciada pelo consumidor, porém apresenta susceptibilidade a doenças que podem inviabilizar a produção. Visando resolver este problema, o Programa de Melhoramento Genético da Bananeira da Embrapa Mandioca e Fruticultura lançou a cultivar resistente BRS Platina. Frutas de diferentes cultivares apresentam características físicas, químicas e fisiológicas distintas. Neste sentido, este trabalho teve por objetivo caracterizar o amadurecimento de frutos da bananeira „BRS Platina‟ em sete estádios de maturação quando armazenados sob temperatura ambiente, submetidos à climatização e estabelecer critérios para o armazenamento refrigerado, quando comparadas ao parental feminino „Prata-Anã‟. Os experimentos foram montados em delineamento inteiramente casualizado e em esquema de parcelas subdivididas. Os atributos avaliados foram cor da casca, físicos e físico-químicos. Foram caracterizados os estádios de maturação, os efeitos da climatização e determinada a temperatura de armazenamento refrigerado que maximize a vida útil pós-colheita dos frutos, sem perda de qualidade. Frutos de „BRS Platina‟ são mais claros nos estádios iniciais de maturação; amadurecem de forma mais homogênea e tem vida útil maior que ‘Prata-Anã’. A climatização de frutos de bananeiras ‘BRS Platina’ e ‘Prata Anã’ com etefom a 500 mg L-1 antecipa a maturação até o estádio 7 em 2 e 4 dias, respectivamente, e reduz a perda de massa em relação à ausência de aplicação. Frutos de ‘BRS Platina’ apresentam amadurecimento mais lento a 10 °C ou 14 °C, quando comparados à ‘Prata-Anã’.
The variety ‘Prata-Anã’ is highly accepted by consumers, however it has susceptibility to diseases that may impair production. Aiming to solve this problem, the banana breeding program at Embrapa Mandioca e Fruticultura released the resistant cultivar BRS Platina. Fruit from different cultivars have distinct physical, chemical and physiological characteristics. In this context, this study aimed to characterize ‘BRS Platina’ fruit ripening in seven maturity stages when stored at room temperature, to evaluate fruit conditioning and to establish criteria for cold storage, when compared with its female parental ‘Prata-Anã’. The experiments were performed in a completely randomized design and in a split plot design. The attributes evaluated were skin color, physical and physicochemical.The maturity stages and the effects of conditioning were characterized and the cold storage temperature that maximizes fruit shelf life without quality loss was determined. ‘BRS Platina’ fruit are lighter in the earlier maturity stages, ripen more uniformly and have longer shelf life than ‘Prata-Anã’. ‘BRS Platina’ and ‘Prata-Anã’ fruit conditioning with ethephon at 500 mg L-1antecipates ripening until maturity stage 7 in two and four days, respectively, and reduces mass loss when compared with no conditioning. ‘BRS Platina’ fruit show slower ripening at 10 °C or 14 °C when compared with ‘Prata-Anã’.
Palavras-chave: Ciências Agrárias
Banana
Melhoramento de planta
URI: http://hdl.handle.net/123456789/883
Data do documento: 19-Out-2015
Aparece nas coleções:CCAAB - Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_UFRB_ELAINE GOES SOUZA.pdf1,74 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.