Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/handle/123456789/886
Title: Propagação, desempenho e sobrevivência a estresses bióticos de maracujazeiro amarelo enxertado em espécies de passiflora
Other Titles: Propagation, performance and survival to biotic stresses of yellow passion fruit grafted onto passiflora species
Authors: Santos, Carlos Henrique Barbosa
Abstract: O maracujazeiro é uma cultura de grande importância socioeconômica, principalmente para o Nordeste do Brasil, porém a alta incidência de pragas nos últimos anos vem limitando o cultivo desta espécie. A pesquisa vem tentando contribuir com o manejo de cultivo, aliando ao melhoramento genético técnicas alternativas como a enxertia das variedades comerciais suscetíveis em porta-enxertos resistentes à fusariose. Este trabalho teve por objetivo avaliar a propagação e o desempenho de Passiflora spp. em três experimentos distintos, com os respectivos objetivos: 1) avaliar a emergência e crescimento de espécies silvestres com potencial para uso como porta-enxertos tolerantes a doenças em função de concentrações de ácido giberélico (GA3) e do estádio de maturação dos frutos para obtenção das sementes, armazenadas ou não; 2) determinar o melhor fixador para enxertia hipocotiledonar em mudas empregando combinações entre maracujazeiro amarelo sobre espécies silvestres; e 3) avaliar o desempenho e a sobrevivência dessas combinações em área com histórico da incidência de virose, antracnose e fusariose. As espécies avaliadas foram Passiflora alata Curtis, P. cincinnata Mast., P. setacea D. C., P. gibertii N. E. Br. e P. edulis f. flavicarpa Deg., como pés francos ou enxertados com P. edulis. A imersão de sementes armazenadas por 11 meses em câmara fria em solução de GA3 até 1000 mg L-1 não incrementou a emergência e o crescimento inicial de plantas de Passiflora spp., sendo que P. alata e P. cincinnata não apresentam emergência satisfatório nessas condições. Por outro lado, sementes obtidas de frutos maduros recém-colhidos apresentaram emergência mais alta e mais rápida, além de maior crescimento inicial de plantas, após a imersão em solução de GA3 entre 500 e 1000 mg L-1, independentemente da espécie de Passiflora spp.. Frutos em estádio de maturação “de vez”, maduro ou senescente resultavam em sementes com emergência equivalente. O uso dos fixadores de enxertia do tipo fita adesiva, grampo plástico e grampo metálico de cabelo resultaram em elevada percentagem de sobrevivência dos enxertos sem se verificar diferenças entre os fixadores. Aos 90 dias após a enxertia, o maracujazeiro amarelo enxertado em P. alata apresentou menor crescimento em relação àqueles enxertados em P. edulis e P. gibertii. Plantas de pé-franco de P. edulis, P. gibertii, P. cincinnata e P. alata apresentam maior crescimento inicial de planta e florescimento e produção de frutos similares em relação a P. edulis enxertado nas espécies silvestres, 13 meses após o plantio a campo, com exceção de menor florescimento e frutificação de P. edulis sobre P. gibertii. A enxertia de P. edulis em P. gibertii, P. cincinnata e P. alata resultou em menor sobrevivência à fusariose e em resposta similar à antracnose e à virose em relação às plantas enxertadas em P. edulis ou aos respectivos pés francos, no mesmo período de avaliação.
Yellow passion fruit cultivation has a major socioeconomic importance in Brazil, especially in the Northeast region, even though the increasing incidence of several diseases in the last years has been affecting its cultivation. Researchers have been studying this crop management that associated with breeding and alternative grafting of susceptible varieties onto resistant rootstocks may be promising. This work evaluated the propagation and the performance of Passiflora spp. in three trials with the following objectives, in this order: 1) evaluate plant emergence and initial growth of wild species with potential use as rootstocks after immersion of stored and fresh seeds in four gibberellic acid (GA3) concentrations and obtained from fruits on different maturation stages; 2) determinate the tying material that leads to the highest hipocotyledonar budtake of yellow passion fruit grafted onto wild species; and 3) evaluate growth, fruit set and survival of these graft combinations in an area with high incidence of virosis, antracnosis and fusariosis. Species evaluated were Passiflora alata, P. cincinnata, P. setacea, P. gibertii and P. edulis, cultivated as seedlings or grafted with yellow passion fruit. The immersion of seeds stored for 11 months in cold chamber in GA3 solution at 1000 mg L-1 did not increase emergence and initial growth of Passiflora spp. rootstocks, with P. alata and P. cincinnata lacking emergence under these conditions. On the other hand, seeds that were extracted from just-harvested ripe fruits presented higher and faster emergence and plant growth after the immersion in GA3 solutions from 500 to 1000 mg L-1, regardless of the passion fruit species. Fruits in the maturation stages of pre-ripeness, ripeness and senescence led to similar seed emergence. The use of masking tape, metallic hair clip and spring plastic graf clip as tying materials resulted in high budtake without differences among the treatments. Therefore, their use can be recommended for yellow passion fruit grafting. Plant growth was higher for grafts onto P. edulis and P. gibertii in relation to P. alata, 90 days after hipocotyledonar grafting. Seedlings of P. edulis, P. gibertii, P. cincinnata and P. alata had higher plant growth and similar flowering and fruit set in comparison with P. edulis grafted on the same species, 13 months after field transplantation, with the exception of reduced flowering and fruit set in the combination P. edulis / P. gibertii. The grafting of P. edulis onto P. gibertii, P. cincinnata and P. alata led to lower survival to fusariosis and similar response to antracnosis and virosis in relation to plants grafted onto P. edulis and to the respective seedlings, in the same period of evaluation.
Keywords: Maracujá - Cultivo - Propagação
Maracujá - Doenças e pragas
Passiflora - Enxertia - Análise
URI: http://hdl.handle.net/123456789/886
Issue Date: 21-Oct-2015
Appears in Collections:CCAAB - Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_Carlos Henrique Barbosa Santos_Dez 2013.pdf2,24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.