Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/handle/123456789/908
Title: Incidência e prevalência das espécies do Pineapple mealybug wilt-associated virus no banco ativo de germoplasma de abacaxi da Embrapa Mandioca e Fruticultura e em nove estados brasileiros
Authors: Santos, Keilla Cidreira dos
Abstract: O Brasil é o mais importante centro de origem e diversidade do abacaxi (Ananas comosus (L) Merr.) e concentra em seu território a maior variabilidade genética do gênero. A fruta é uma das mais apreciadas no mundo e amplamente cultivada no país. O Pineapple mealybug wilt-associated virus (PMWaV) é um vírus que infecta o abacaxi e causa a doença denominada “Murcha do abacaxi”. O vírus é transmitido pelas cochonilhas Dysmicoccus brevipes e D. neobrevipes. O PMWaV pertence à família Closteroviridae, gênero Ampelovirus, possui partícula alongada flexuosa e genoma de RNA fita simples. Atualmente, acredita-se que a doença seja causada por um complexo de três espécies, PMWaV-1, PMWaV-2 e PMWaV-3, que se diferenciam pela sequência e organização do genoma. Além dos danos diretos que a doença pode causar no cultivo, a infecção de variedades silvestres não cultivadas e conservadas no Banco Ativo de Germoplasma (BAG) tem sido um registro preocupante. Além disso, existe uma ausência de informações relacionadas à prevalência das espécies nas áreas de produção comercial. Diante disto, o objetivo deste trabalho foi avaliar a incidência do PMWaV-1, 2, 3 nos acessos do BAG da Embrapa Mandioca e Fruticultura e em plantios de abacaxi de nove estados brasileiros. Os resultados demostraram que o vírus esta presente em todas as variedades de A. comosus e A. macrodontes. O PMWaV não se restringiu ao gênero Ananas, pois foi detectado em diferentes espécies de bromelias. A ocorrência dos PMWaVs em diferentes espécies de bromélias, se configura um fato inédito e deverá abrir espaço para discussão do seu papel como fonte de disseminação do vírus. Nas amostras coletadas em regiões produtoras houve predominância do PMWaV-2, embora em duas amostras sintomáticas foi detectado apenas o PMWaV-1. A comparação entre sequências obtidas mostra elevada conservação apenas entre isolados da mesma espécie. A frequência de plantas com infecção mista foi elevada em ambos os levantamentos realizados.
Brazil is the most important center of origin and diversity of pineapple (Ananas comosus (L) Merr.) with the greatest genetic variability from genera concentrated in its territory. The fruit is one of the most appreciated in the world and widely cultivated in the country. The Pineapple mealybug wilt-associated virus (PMWaV) is a virus that infects the pineapple causing disease popularly named Mealybug Wilt of Pineapple (MWP). The virus is transmitted by the mealybugs Dysmicoccus brevipes and D. neobrevipes. The PMWaV belongs to the family Closteroviridae, genus Ampelovirus, has elongated flexuos particles and positive single strand RNA genome. Currently, its belived that the disease is caused by a complex of three virus species, PMWaV-1, PMWaV-2 and PMWaV-3, that differ in the sequence and genome organization. Besides to the direct damage in the plant production, the contamination of wild uncultivated varieties in the Active Germplasm Bank (AGB) at Embrapa Cassava and Fruits is concerning. In addition, there is an absence of information regarding the prevalence of the species in Pineapple commercial field. Hence, the objective of this study was to evaluate the incidence of PMWaV-1, 2,3 in accessions of BAG from Embrapa Cassava and Fruits and nine brazilian states. The results showed that the virus is present in all varieties of A. comosus and A. macrodontes. The PMWaV was not restricted to the genus Ananas, since they were detected in different species of bromeliads. The occurrence of PMWaV in different species of bromeliads is unprecedented and should open space for discussion in relation to its role as a source of spreading the virus. In the commercial pineapple fields samples collected , the predominancy was PMWaV-2, although in two symptomatic samples, only PMWaV-1 was detected. Comparison of sequences obtained showed high conservation only among isolates of the same species. The frequency of plants with mixed infection was high in both surveys.
Keywords: Abacaxi - Doenças
Abacaxi - Doenças - Controle
URI: http://hdl.handle.net/123456789/908
Issue Date: 11-Jan-2016
Appears in Collections:CCAAB - Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Keilla Cidreira - Dissertação Mestrado em Microbiologia Agrícola.pdf1,19 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.