Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/handle/123456789/921
Title: Identificação de fontes de resistência e espécies de fungos e oomicetos causadores de podridão radicular em mandioca
Authors: Vilas Boas, Sandielle Araújo
Abstract: A podridão radicular é uma das principais doenças da mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Brasil, cuja perda na produtividade da cultura pode chegar a 100%. Contudo, não há uma descrição detalhada das espécies associadas à podridão e sua distribuição no país. Como medida de controle, o uso de variedades resistentes é atualmente a abordagem mais econômica e viável. Este trabalho teve como objetivo caracterizar os patógenos causadores de podridão radicular da mandioca nas diferentes regiões produtoras do Brasil e selecionar genótipos resistentes. Foram analisados 74 isolados associados à podridão radicular da mandioca oriundos de diferentes regiões produtoras do Brasil. Os isolados foram classificados em espécies dos gêneros Fusarium (75,68%), Lasiodiplodia (10,81%), Neoscytalidium (8,11%), Phomopsis (1,35%), Diaporthe (1,35%), Phytophthora (1,35%) e Nectria (1,35%). Inoculações com Fusarium spp. (Fspp) foram realizadas em 697 acessos para avaliação da severidade dos sintomas na casca (córtex e periderme) e polpa das raízes. Aproximadamente 10% dos acessos foram classificados como resistentes (R), 50% como moderadamente resistente (MR), 28% como moderadamente suscetíveis (MS), 10% como suscetíveis (S) e 2% altamente suscetíveis (HS). A podridão radicular em mandioca ocorre pelo ataque de mais de uma espécie, mesmo dentro de uma mesma área. O conhecimento dos principais patógenos causadores da podridão radicular em mandioca e a seleção de acessos resistentes pode direcionar as pesquisas para obtenção de resistência genética mais duradoura.
Root rot is one of the most important diseases in cassava (Manihot esculenta Crantz) in Brazil, which can lead to total crop failure. However, there is not a detailed description of species associated to root rot and its distribution throughout the country. As a control measure, the use of resistant varieties is currently the most economically viable approach. This work aimed to characterize the pathogens that cause cassava root rot disease in different producing regions in Brazil and select resistant genotypes. 74 isolates associated to cassava root rot from different producing regions in Brazil were analyzed. The isolates were classified in species from different genus, such as Fusarium (75,68%), Lasiodiplodia (10,81%), Neoscytalidium (8,11%), Phomopsis (1,35%), Diaporthe (1,35%), Phytophthora (1,35%) and Nectria (1,35%) genera. Inoculations with Fusarium spp. (Fspp) were carried out in 697 accessions to evaluate symptom severity in the bark (cortex and periderm) and root pulp. Approximately 10% of the accessions were classified as resistant (R), 50% as moderately resistant (MR), 28% as moderately susceptible (MS), 10% as susceptible (S) and 2% as highly susceptible (HS). Cassava root rot takes place due to the attack of more than one species, even in the same region. Knowing the main pathogens causing cassava root rot and the selection of resistant accessions can direct the researches in obtaining a more endurable genetic resistance.
Keywords: Mandioca
Doença de planta
Podridão radicular
URI: http://hdl.handle.net/123456789/921
Issue Date: 18-Jan-2016
Appears in Collections:CCAAB - Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sandielle Mestrado em Ciencias Agrárias.pdf3,79 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.